está aqui: home > exóticos > bicho-da-seda

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
Adionar a página aos Favoritos 

Bicho-da-seda

 (outros nomes: Silkworm)

Bicho-da-seda
origem:Norte da China
esperança de vida:3 a 4 meses
nome científico:Bombyx mori
família:Bombycidae
tamanho:0 para 6 cm
conservação da espécie: segurahábitos sociais: em grupo
Adicionar aos meus items favoritosÉ um perito nesta raça?envie esta página a um amigoadicione um comentárioadicione um link
Adicione esta raça aos seus tópicos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
É um perito nesta raça?
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
envie esta raça a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 

História [ editar ]

O bicho-da-seda é uma espécie domesticada pelo homem há milhares de anos e que perdeu as suas características selvagens. A selecção artificial do bicho-da-seda foi tão profunda, que é completamente impossível sobreviverem na natureza. Existem 8 espécies de bicho-da-seda, sendo a mais importante a B. mori L., responsável por mais de 95% da seda produzida em todo o mundo.

Estima-se que a produção de seda seja feita na China há mais de 5 mil anos, tendo sido mantida em segredo durante muito tempo. Segundo a lenda, os ovos do bicho-da-seda foram levados clandestinamente para a Europa no inicio da era cristã, por dois monges. No Império Romano, o tecido era muito apreciado valendo seu peso em ouro. Ao longo da história os sericultores têm seleccionado as melhores espécies de bichos-da-seda, para melhorarem a qualidade da seda produzida.

Na China existe uma lenda que conta que uma antiga imperatriz chamada Xi Ling-Shi, enquanto tomava o seu chá à sombra de uma árvore, um pequeno casulo caiu na sua chávena. Ela pegou nele e começou a enrolar o fio do casulo no seu dedo, começando a sentir a suavidade da seda nos seus dedos. Quando o fio de seda acabou ela reparou que no interior do casulo estava uma crisálida. Depressa apercebeu-se que aquela crisálida era a origem do fio de seda, e a noticia rapidamente se espalhou.


a editar: História [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.

Descrição [ editar ]

O bicho-da-seda é um insecto que durante o seu ciclo de vida sofre 4 metamorfoses – ovo, lagarta, crisálida e mariposa. Os ovos de bicho-da-seda são redondos e medem cerca de 1 mm. Quando estão fecundados são de um amarelo pálido, passando depois a alaranjado e finalmente a cinzento. Os ovos devem ser conservados em lugares secos e frescos, até à Primavera, quando o calor os faz eclodir.

Quando nasce, o bicho-da-seda tem apenas cerca de 2,5 mm de comprimento e está coberto de pequenos pêlos pretos. À medida que vai crescendo torna-se mais claro. As fêmeas possuem riscas escuras ao longo do corpo, enquanto que os machos são completamente brancos. Durante o estádio larval as lagartas sofrem normalmente 4 mudas ou ecdises, que consistem na mudança da cutícula por uma nova, o que permite à lagarta crescer. Nestes períodos a lagarta cessa a sua alimentação e fica imóvel com a cabeça erguida e não deve ser perturbada.

Durante cerca de 2 meses as lagartas comem sem parar atingindo cerca de 6 cm. Eles comem dia e noite, preferindo folhas de amoreira branca que são as mais delicadas, mas também se podem alimentar de outras espécies de amoreiras (Morus), como a amoreira negra, e outras Moracea. No entanto, devido à sua fraca mobilidade as lagartas devem ser colocadas perto do alimento.

O lugar ideal para manter as lagartas é dentro de uma caixa de sapatos e estas nunca devem ser colocadas ao sol.

No 5.º estádio larval, o corpo da lagarta torna-se amarelo e esta procura um sítio tranquilo onde começa a tecer o fio de seda, o qual é produzido nas glândulas salivares. O fio de seda é usado na construção do casulo o qual fica completo ao fim de cerca de 3 dias, ficando a lagarta encerrado no seu interior. O casulo apresenta uma cor branca-amarelada brilhante e é feito de um único fio com cerca de 700 e 1200 metros e 10 micrómetros de diâmetro. A lagarta converte-se em crisálida, e transforma-se em mariposa em aproximadamente 10 a 12 dias. No final desta transformação a mariposa liberta enzimas proteolíticas que degradam o fio de seda e fazem uma abertura no casulo para que ela possa sair. Isto vai destruir o comprido fio de seda. Para impedir que isto aconteça, os sericultores fervem os casulos para matar a crisálida e tornar o fio de seda mais fácil de desenrolar. Em algumas culturas as crisálidas são utilizadas na culinária.

Na fase adulta, a mariposa não consegue voar. Nesta fase também não se alimentam. Têm uma envergadura de 3-5 cm e um corpo coberto de pelos brancos. A fêmeas são ligeiramente maiores do que os machos, pois transportam muitos ovos. As fêmeas e os machos devem ser colocados juntos para que possam acasalar. Uma única fêmea pode por cerca 600 ovos.

a editar: Descrição [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Adicionar novo bloco [ adicionar ]
adding: [ fechar ]
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
[ É um perito nesta raça? Editar esta descrição(moderado) ]
últimos petsites
bichos-da-seda Bicho-da-sedaBicho da seda Bicho-da-seda
adicione o seu animal!
tagshot da raça
fóruns para esta raça
Precisa-se de um novo moderador para o fórum desta raça. Clique aqui para se candidatar.
últimos comentários
Ainda não há comentários!adicione o seu agora
Comentários (6)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
07.05
madpeter disse:
Boa tarde, Não existe qualquer relação com o padrão no corpo da larva e o seu sexo. "As fêmeas possuem riscas escuras ao longo do corpo, enquanto que os machos são completamente brancos." Isto é falso. Larvas totalmente brancas podem ser machos ou fêmeas, e é o mesmo com os riscados. Somente no tamanho que atingem, as fêmeas atingem sempre tamanhos maiores, e mesmo em fase de começar a fazer casulo, as fêmeas farão sempre casulos maiores pois a crisálida nunca encolhe demasiado, já os machos, além de fazerem casulos substancialmente mais pequenos (vão dar borboletas pequenas) também as crisálidas encolhem bastante. Finalmente em estado mariposa, torna-se perfeitamente visível que sexo são, fêmeas são sempre mais gordas, para comportar os ovos no seu interior, machos são ágeis pequenos e magros e quando sentem as hormonas libertadas pelas fêmeas através das suas "sobrancelhas", conseguem bater as asas durante longos períodos em busca da fêmea, ao ponto de as gastarem completamente. Ponto final, quando abandonam a crisálida, têm a ajuda de um fluido que deitam pela parte frontal, que serve para amolecer uma das pontas do casulo, que depois atravessam. Ultima dica: a quem quer bichos, por favor não pague por eles, porque estarão a ir na conversa de oportunistas, e limitando o número de bichos distribuidos quando podem gratuitamente e facilmente obtê-los pelo boca a boca ou até olx, nas quantidades que acharem que conseguem suportar.. Cumprimentos.
24.08
micas4 disse:
Quando eu era piquenina adorava bichos da seda. Tinha muitos! Adorava quando estavam na epoca dos casulos. Eu soltava as borboletas no meu jardim era super legal. Agora não aprecio muito esses bichinhos. Beijos. Do Micas4
19.03
pacoo disse:
IguanaJohns - as borboletas quando acabam a sua tranformação eu costumo junta-las todas numa caixa. não sei se nunca reparou mas eu consigo sempre assistir ás duas relações. elas depois de porem os ovos morrem, e ao emsmo tempo acabam outras as suas tranformações. existe dimorfismo sexual (diferenças entre o macho e fêmea) quer no estado mariposo (os machos são mais pequenos) quer em lagarta como explica lá em cima. espero ter ajudado um pouco :)
02.10
carolinapm disse:
se um dia tiver um filho quero ter estes bichinhos para ele acompanhar.
07.08
IguanaJohns disse:
Fiquei intrigado, concordo com tudo menos com a parte do "Macho e Fémia". Eu tive à uns anos atrás, três gerações de bichos-da-seda, e pela observação diária reparei que todas as mariposas tinham companheiro e nem sequer há diferênciação de tamanho ou cor. De início tive só seis lagartas e na fase de mariposa ficaram tres casais e todas elas puseram ovos. Agora a minha pergunta, não sendo eu biólogo ou zoologo, não serão EMOFRODITAS??
06.07
Masterpet disse:
Ele é muito apreciado por crianças.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch