está aqui: home > petsites > desculpem p/ m ausência! > lágrimas pelos animais abandon...

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]
meu álbum voltar ao meu petsite

ant
DESCULPEM P/ M AUSÊNCIA!
próx
Lágrimas pelos Animais abandonados!
12 de 268
descrição:
Há muito tempo que vi este Poema-Oração e fartei-me de chorar. Não sei quem o escreveu mas devia ser Alguém com um Coração de Ouro. Mas hoje pensei em colocá-lo no Álbum da minha querida e amada estrelinha que foi tão amada até ir para o Jardim das Flores Sempre Eternas. Por TODOS OS ANIMAIS QUE NESTE MOMENTO ESTÃO A SER ABANDONADOS, MALTRATADOS E ATÉ ASSASSINADOS PARA VOCÊS.....VERTO AS MINHAS LÁGRIMAS! ------------------------------------------------------------------ -------------------------------------------------------------------- Pesquisei na Net e realmente apareceu este Poema mas não dizem quem o escreveu o que lamento. Vi mais dois textos que penso terem sido escritos pelo mesmo autor que coloquei aqui pelo seu conteúdo tão belo mas de uma tristeza enorme............................................................................ ................................................................................... Sabe Senhor, só agora eu entendi porque meu dono me trouxe à praça naquele dia. Não foi para passear como eu pensei, ele não tinha esse hábito, mas mesmo assim fiquei contente. Logo que chegamos, ele me deu as costas e apressado entrou no carro, sem ao menos me dizer adeus. Olhei para os lados, sem saber o que fazer. Tentei segui-lo e quase fui atropelado. O que eu fiz de tão mau? À noite, quando ele chegava, eu latia, mas é porque havia estranhos no portão e não podia deixá-los entrar sem a permissão do meu dono. Quem sabe foi minha dona que mandou, talvez eu lhe desse trabalho. Mas as crianças, elas me adoravam. Como sinto saudades! Puxavam-me a cauda e eu virava uma fera, mas logo passava. Talvez eles nem saibam, devem ter dito que eu fugi. Estou faminto, só bebo água suja, e todos me desprezam. Estou magro, feio e doente. Sabe Senhor, neste cantinho que arrumei para passar a noite, sinto muito frio, o chão está úmido e frio, e quase não tenho pêlos. Creio que vou me encontrar contigo ai no céu, meu sofrimento vai terminar e mesmo em espírito, sei que vou ter a Tua permissão para rever as crianças. Peço-Te então, não mais por mim, mas pelos meus irmãos abandonados. Ajuda-os a encontrar um lar onde possam viver com um pouco de dignidade. Ameniza-lhes a sede com tua bondade. Elimina o sofrimento de suas chagas, ocasionadas pela ignorância e a insensibilidade do coração do homem. Tira o medo e a dor dos que forem sacrificados em nome de estratégias sanitárias, posturas políticas, científicas, esportivas e outras. Recebe, ó Pai, nesta noite gélida, a minha alma, pois não será mais meu sofrimento, mas dos que ficarem, por eles é que te peço. Obrigado meu Deus, pelos momentos de felicidade que eu tive! ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------------- Hoje encontrei seu cão. Não, ele não foi adotado por ninguém. Aqui por perto, a maioria das pessoas já têm vários cães; aqueles que não têm nenhum não querem um cão. Eu sei que você esperava que ele encontrasse um bom lar quando o deixou aqui, mas ele não encontrou. Quando o vi pela primeira vez, ele estava bem longe da casa mais próxima e estava sozinho, com sede, magro e mancava por causa de um machucado na pata. Eu queria tanto ser você naquele momento em que parei na frente dele. Para ver sua cauda abanando e seus olhos brilhando ao pular nos seus braços, pois ele sabia que você o encontraria, sabia que você não esqueceria dele. Para ver o perdão em seus olhos pelo sofrimento e pela dor por que ele havia passado em sua jornada sem fim à sua procura... Mas eu não era você. E, apesar das minhas tentativas de convencê-lo a se aproximar, seus olhos viam um estranho. Ele não confiava em mim. Ele não se aproximava. Ele virou as costas e seguiu seu caminho, pois tinha certeza de que esse caminho o levaria a você. Ele não entende que você não está procurando por ele. Ele só sabe que você não está lá, sabe apenas que precisa te encontrar. Isso é mais importante do que comida, água ou o estranho que pode lhe dar essas coisas. Percebi que seria inútil tentar persuadi-lo ou segui-lo. Eu nem sei seu nome. Fui para casa, enchi um balde d'água e uma vasilha de comida e voltei para o lugar onde o havia encontrado. Não havia nem sinal dele, mas deixei a água e a comida debaixo da árvore onde ele havia buscado abrigo do sol e um pouco de descanso. Veja bem, ele não é um cão selvagem. Ao domesticá-lo, você tirou dele o instinto de sobrevivência nas ruas. Ele só sabe que precisa caminhar o dia todo. Ele não sabe que o sol e o calor podem custar-lhe a vida. Ele só sabe que precisa encontrá-lo. Aguardei na esperança de que voltasse para buscar abrigo sob a árvore, na esperança de que a água e a comida que havia trazido fizessem com que confiasse em mim e eu pudesse levá-lo para casa, cuidar do machucado da pata, dar-lhe um canto fresco para se deitar e ajudá-lo a entender que agora você não faria mais parte de sua vida. Ele não voltou aquela manhã e, quando a noite caiu, a água e a comida permaneciam intocadas. Fiquei preocupada. Você deve saber que poucas pessoas tentariam ajudar seu cão. Algumas o enxotariam, outras chamariam a carrocinha, que lhe daria o destino do qual você achou que o estava salvando - depois de dias de sofrimento sem água ou comida. Voltei ao local antes do anoitecer. Não o encontrei. Na manhã seguinte, voltei e vi que a água e a comida permaneciam intactas. Ah, se você estivesse aqui para chamar seu nome! Sua voz é tão familiar para ele. Comecei a ir na direção que ele havia tomado ontem, sem muita esperança de encontrá-lo. Ele estava tão desesperado para te encontrar, que seria capaz de caminhar muitos quilômetros em 24 horas. Algumas horas mais tarde, a uma boa distância do local onde eu o havia visto pela primeira vez, finalmente encontrei seu cão. A sede não o atormentava mais. Sua fome havia desaparecido e suas dores haviam passado. O machucado da pata não o incomodava mais. Agora seu cão está livre de todo esse sofrimento. Seu cão morreu. Ajoelhei-me ao lado dele e amaldiçoei você por não estar aqui ontem para que eu pudesse ver o brilho, por um instante sequer, naqueles olhos vazios. Rezei, pedindo que sua jornada o tenha levado àquele lugar que acho que você esperava que ele encontrasse. Se você soubesse por quanta coisa ele passou para chegar lá... E eu sofro, pois sei que, se ele acordasse agora, e se eu fosse você, seus olhos brilhariam ao reconhecê-lo, ele abanaria sua cauda, perdoando-o por tê-lo abandonado. -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------TAMBÉM JÁ AS TINHA LIDO HÁ BASTANTE TEMPO! ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ ERA UMA VEZ... UM CÃO CHAMADO ZARB "Era uma vez ..." assim vou iniciar a narrativa onde entra um cão, o seu dono e os Habitantes de uma pequena aldeia cercada por lindos prados, pomares, vinhas e um ribeiro que corre alegremente com água muito límpida. Foi um morador da aldeia chamada Maxial que me falou da solidariedade que uniu a sua gente e um cão chamado Zarb. A aldeia parecia saída das páginas das histórias que lia em pequena. Tem a forma de um chapéu, com casas brancas muito juntinhas . No topo, olhando altaneira para a paisagem verde que se estende a perder de vista ergue-se a Igreja muito antiga. O Sr.José descreveu com palavras suas como aos Domingos a população vestindo o fato de "Ver a Deus" sobe as íngremes ladeiras para assistirem à Missa e com que prazer ouvem os Sinos tocados pelas mãos hábeis do Sacristão Inácio. No Adro, a multidão antes de dispersar ainda tem tempo para dois dedos de conversa. Falam das sementeiras, da vaca do Zé da Mula que tem andado adoentada e da vinha do compadre Lopes cheia de cachos negros. Na aldeia vivia um homem já entrado em anos e o seu cão Zarb, amigo inseparável. O António não era de conversas e assim afastava os que queriam fazer Amizade. Ignoravam se tinha Família pois há muitos anos tinha aparecido para as vindimas e por lá foi ficando. O Zarb tal como o dono não era nada simpático e afugentava quem aparecesse perto da cabana que lhes servia de habitação. Mas um dia viram o cão sozinho na aldeia com um olhar magoado como que a pedir ajuda. Ficaram surpreendidos com tal atitude, mas logo compreenderam que algo se passava com o dono. Seguiram-no e foram encontrar o António deitado numa enxerga , moribundo. Com as lágrimas correndo-lhe pelas faces enrugadas suplicou que cuidassem do seu cão que tanto amava. Ficaram emocionados e Perdoaram-lhe por não ter querido ser amigo deles e prometeram-lhe que o cão nunca iria ser desprezado por ninguém da aldeia. O Zarb que afastava todos passou a ser o "Animal de Estimação" dos habitantes do Maxial que o acarinharam, deram guarida, alimentação e proporcionaram uma vida feliz que o Zarb reconhecidamente agradecia, devolvendo todo o Amor como só os Animais sabem fazer. O Zarb já velhote, preto com manchas brancas nunca esqueceu o António que um dia o foi buscar para nunca mais se separarem. O Sr. José comovido ao recordar esse cão maravilhoso disse-me Adeus e afastou-se. Ainda fiquei uns momentos sentada numa pedra a pensar como a Solidariedade é um sentimento tão belo como a Amizade ou o Amor. Infelizmente muitas pessoas só sabem que a palavra existe quando por acaso ao abrirem o Dicionário se deparam com ela. ---------------------------------------------------------------------------------------- Dedico esta História a todos os Animais que são abandonados pelos seus próprios donos e que estão à mercê de uma Alma generosa que os acolha e que lhes dê o Amor que eles tanto necessitam e merecem. A História é fictícia mas a Aldeia existe... (ODETE BRAZ)
adicionada em:
2016.10.21
visitas:
1974
Classificação:
5



o seu voto:
requires login
Da taça de vidro onde o Fagan bebia água fiz um bibelot
Da taça de vidro onde o Fagan bebia água fiz um bibelot
Lágrimas pelos Animais abandonados!
Lágrimas pelos Animais abandonados!
Saudades de ti meu Amigo e Companheiro!
Saudades de ti meu Amigo e Companheiro!
Olá! Eu sou a Miss Zarb
Olá! Eu sou a Miss Zarb
Não necessita de título...
Não necessita de título...
268 fotografias
página 3 de 54

Comentários (291)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
17.04
paula_maria disse:
"Muitos beijinhos de LUZ para o meu Querido e Doce Afilhadinho Fagan. Muitos beijinhos com muito Carinho, Estima e Gratidão para a Querida Amiga e Comadre Odete. Desejo rápidas melhoras, Querida AMIGA e Comadre Odete! Agradeço, do coração, as lindas molduras enviadas com a sua afilhadinha Kika. Obrigada, AMIGA Querida. Muitos beijinhos e, mais uma vez, desejo as suas melhoras. Beijinhos mil."
kipasa.com
www.kipasa.com
Funny Pictures
16.04
paula_maria disse:
"Muitos beijinhos de LUZ para o meu Querido e Doce Afilhadinho Fagan. Muitos beijinhos com muito Carinho, Estima e Gratidão para a Querida Amiga e Comadre Odete. Desejo rápidas melhoras, Querida AMIGA e Comadre Odete!"
kipasa.com
www.kipasa.com
[url=https://picjoke.net][img]https://n1.picjoke.net/useroutputs/5089/2018-04-16/1-pt-06688f206adab762e9d2d3350a95662a.jpg[/img][/url]
11.03
paula_maria disse:
"Muitos beijinhos de LUZ para o meu Querido e Doce Afilhadinho Fagan. Muitos beijinhos com muito Carinho, Estima e Gratidão para a Querida Amiga e Comadre Odete. Desejo rápidas melhoras, Querida AMIGA e Comadre Odete!"
kipasa.com
www.kipasa.com
[link=http://www.melhoresrecadosonline.com]
[/link]

[b]Mais recados? http://www.melhoresrecadosonline.com[/b]
10.03
paula_maria disse:
"Muitos beijinhos de LUZ para o meu Querido e Doce Afilhadinho Fagan. Muitos beijinhos com muito Carinho, Estima e Gratidão para a Querida Amiga e Comadre Odete. Desejo rápidas melhoras, Querida AMIGA e Comadre Odete!"
kipasa.com
www.kipasa.com
[b]Lembrei de você!
Orkutei.com.br

Confira mais figuras de Fim de Semana no www.orkutei.com.br

09.03
paula_maria disse:
"Muitos beijinhos de LUZ para o meu Querido e Doce Afilhadinho Fagan. Muitos beijinhos com muito Carinho, Estima e Gratidão para a Querida Amiga e Comadre Odete. Desejo rápidas melhoras, Querida AMIGA e Comadre Odete!"
kipasa.com.br
www.kipasa.com.br
Have a Nice Friday
08.03
paula_maria disse:
"Muitos beijinhos de LUZ para o meu Querido e Doce Afilhadinho Fagan. Muitos beijinhos com muito Carinho, Estima e Gratidão para a Querida Amiga e Comadre Odete. Desejo rápidas melhoras, Querida AMIGA e Comadre Odete!"
kipasa.com
www.kipasa.com
08/03 é Dia da Mulher! Parabéns a todas as mulheres...
RecadosOnline.com
07.03
EtedoZarb disse:





07.03
EtedoZarb disse:





07.03
EtedoZarb disse:





07.03
paula_maria disse:
"Muitos beijinhos de LUZ para o meu Querido e Doce Afilhadinho Fagan. Muitos beijinhos com muito Carinho, Estima e Gratidão para a Querida Amiga e Comadre Odete. Desejo rápidas melhoras, Querida AMIGA e Comadre Odete!"




rede vivapets:  Português Português English English Español Español
links de parceiros:
fechar
Enviar uma mensagem
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
fechar
Dar um mimo
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
fechar
Dar um Prémio
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
fechar
Adicionar aos favoritos
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
fechar
Enviar este animal de estimação a um amigo
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
fechar
Tornar-se amiguinho deste animal
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
fechar
Envie o seu comentário sobre este animal
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.